As suas perguntas

Votre-avis-nous-interesseEm que consiste a consulta de anestesia?

Todas as doentes que tiverem que sofrer uma anestesia (locorregional ou geral) deve reunir-se previamente com um médicos anestesista.
O médico indicar-lhe-á nesta ocasião a anestesia mais adaptada para o seu caso individual. Ele irá referir-lhe os seus eventuais problemas de saúde que poderão ter repercussão durante a anestesia.
Se necessário, ele pedirá exames complementares ( análise ao sangue, eletrocardiograma).
Ele prescreve os medicamentos que deverá tomar em previsão da operação.

Em que consiste a consulta de pré-internamento com um elemento do pessoal prestador de cuidados?

A consulta com o anestesista será seguida de uma entrevista com um elemento do pessoal prestador de cuidados que lhe explicará tudo o que deve saber sobre a preparação, a estadia, e a sua saída. Ela poderá referi-la a recursos especializados (enfermeira social, sofróloga, psicóloga, tabacologista...) se isso for necessário. Ela realizará também eventuais exames pedidos pelo médico e informá-la-á da data e hora de entrada.
Ela será o seu contacto se tiver dúvidas.

Quando me devo apresentar na Clínica?

A sua admissão far-se-á na véspera ou na manhã da sua intervenção, consoante sua natureza e a preparação que ela necessita. Durante a consulta de pré-internamento, a enfermeira informá-la-á da data e hora da sua admissão. Se necessário, pode ocorrer que a enfermeira o contacte na véspera da sua intervenção para lhe voltar a indicar a hora de entrada em função do programa operatório.

Como ficarei instalada (cama ou cadeira)?

Para qualquer intervenção que necessita de uma anestesia locorregional ou geral, será instalada numa cama.
Se a sua intervenção se desenrolar sem anestesia ou sob anestesia local, será instalada numa cadeira de cuidados.

É preciso levar alguma coisa?

Mesmo se a sua estadia estiver prevista por apenas algumas horas, aconselhamos que traga um pequeno saco contendo artigos de higiene (toalha, luvas, gel de duche...), uma mudança para a noite (pijama, camisa de noite, t-shirt) e pantufas.
Pode prever leitura.
Para o bloco operatório, está autorizada a levar um leitor áudio (iPod, Mp3...) e auscultadores.

Quando poderei voltar a casa?

Em função da intervenção e da decisão dos médicos, poderá regressar a casa no mesmo dia ou deverá ficar internada uma ou várias noites.
Se puder sair no próprio dia, os médicos indicar-lhe-ão após a intervenção a hora aproximada da sua saída. Não poderá sair sozinha nem conduzir e não deverá ficar sozinha durante a primeira noite em casa
Se sair da Clínica após uma ou mais noite de internamento, a sua saída será, o mais tardar, até às 11h00 da manhã. Consoante a intervenção realizada, poderá ser preferível ser acompanhada durante a sua partida.

Pode-se comer, beber ou fumar antes de vir?

Se a sua admissão se realizar na véspera da intervenção, poderá beber e comer normalmente ou segundo o regime eventualmente prescrito, e receberá a refeição da noite na Clínica.
Se a sua admissão se realizar na manhã, deverá estar em jejum, isto não, não comer mais depois das 22h00 da véspera e não ter bebido, mesmo água, a partir da meia-noite.
Se fuma, é aconselhável parar ou pelo menos diminuir fortemente o seu consumo. Uma consulta com a tabacologista pode ajudá-la. (hiperligação para o desdobrável tabaco)
Não deverá fumar mais a partir da meia-noite, na véspera da intervenção.
Se não respeitar estes conselhos, a sua intervenção poderá ser adiada para uma data posterior.

Que regras para higiene e segurança?

A higiene corporal é muito importante para o bom desenvolvimento de toda a intervenção, mesmo que banal.
É por isso que lhe se pede de tomar um duche na véspera da intervenção e um outro duche de manhã. A maquilhagem não é aconselhada em termos de higiene no bloco operatório. Além disso, ela pode ocultar certos elementos em caso de problemas (palidez).

O mesmo acontece com os cremes, óleos e leites corporais que podem impedir o produto desinfectante aplicado no bloco de se manter na pele, originar queimaduras em contacto com certos instrumentos ou diminuir a eficácia de outros.

O uso de lentes de contacto e próteses dentárias móveis é geralmente interdito em caso de anestesia. No caso de anestesia raquidiana, a prótese dentária pode ser mantida e as lentes de visão substituídas por óculos. Elas devem ser retiradas antes da entrada no bloco operatório.

Os piercings apresentam riscos higiénicos e devem ser todos retirados.

Se for necessária uma depilação, pode realizá-la você mesmo (sem rapar com lâmina) antes de vir; caso contrário, o pessoal prestador de cuidados poderá efectuá-la durante a sua admissão. Não deverá ter quaisquer feridas, cortes ou borbulhas.

Porquê tomar tantas precauções?

Nós colocamos a segurança das nossas doentes no centro das nossas preocupações.

Seja qual for a intervenção cirúrgica, nós tomamos todas as precauções para garantir a sua execução segundo as normas de segurança mais rigorosas.